A Educação ou a formação de um novo tipo de mentalidade

Diz-se que a ignorância é a mãe de todos os males, por outras palavras, todos os problemas são basicamente de educação. As lentes com que olhamos o mundo foram forjadas durante anos pela pressão da família, dos amigos, dos professores, sempre em função daquilo que eles eram e do que pretendiam para nós. A criança que fomos, aprendeu a ver as coisas, não como elas são, mas como lhe foi ensinado. Nunca lhe foi dado ter uma perspectiva superior, diríamos, espiritual dos problemas, das coisas e do mundo.
Na Idade de Aquarius será dada a maior atenção à criança e à sua educação, posto que é nela, como semente da sociedade futura, que reside toda a esperança. O seu desenvolvimento, desde o berço à idade adulta, recapitula toda a evolução humana até ao presente e, por isso, necessário se torna, em cada fase da sua vida, optimizar as potencialidades que se forem manifestando. Numa primeira fase, atender-se-á ao desenvolvimento das reacções instintivas ao meio que a rodeia, através do correcto enquadramento da consciência que ela tem como unidade corporal distinta de todas as outras. Numa segunda etapa, o acento será posto sobre a orientação justa do desenvolvimento emocional e, posteriormente, intelectual, na qual se procurará orientar o jovem para o correcto domínio dos seus processos mentais, para alcançar, finalmente, como coroamento de todo o processo, uma maturidade superior em que a faculdade de pensar e perceber as coisas em abstracto, numa dinâmica eminentemente intuicional, seja a característica predominante.

A questão da Unificação Espiritual do Mundo

Comments are closed